Três quadrilhas que atuavam fortemente em roubos a empresas, residências e propriedades rurais foram desarticuladas na operação “Rota 38”, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Polícia Judiciária Civil (PJC). A operação foi deflagrada na segunda-feira (14) para a prisão de 17 assaltantes e 20 ordens de buscas e apreensão. O cumprimento dos mandados foi finalizado na manhã desta terça-feira (15), em Cuiabá (215 Km de Rondonópolis).

As investigações integram o plano operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública para redução dos índices e dar maior tranquilidade à população e aos comerciantes durante as festas de fim de ano.

Os criminosos empregavam violência para roubar dinheiro, armas, celulares, e joias, de chácaras na região do Distrito de Nossa Senhora da Guia, residências e lojas em Cuiabá. Os crimes, em sua maioria, foram cometidos nos últimos dois meses. “Acreditamos que essas prisões irão refletir na redução dos índices de roubos na Capital”, disse a delegada titular da Derf, Elaine Fernandes.

De acordo com a delegada, a maior parte das ordens de prisão foi cumprida nesta terça-feira (15.12), pelas equipes de policiais civis – delegados, investigadores e escrivães – da Delegacia de Roubos e Furtos.

Na operação foram presos 17 criminosos e apreendidas quatro armas de fogo, sendo duas carabinas de calibre 22; uma bereta 22, com quatro carregadores; uma espingarda calibre 12; mais de 100 munições dos calibres 38, 12 e 22, aparelhos de televisão, som, notebooks e outros objetos subtraídos em assaltos.

Leia também:  Alto Garças | Após fazer buraco em cadeia, presos tampam com papel higiênico e sabão

As armas, segundo a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, estavam em poder da quadrilha dos presos Eudes Guia da Silva, 39, conhecido por “Branco”, e Leonides Severino da Silva, 69, ambos autuados em flagrante por posse irregular de arma de fogo e munições de uso permitido, e ainda comercialização ilegal de arma de fogo e munições, além de receptação. A dupla foi presa nesta terça-feira (15), no bairro Novo Terceiro, em Cuiabá.

Os suspeitos, Thiago Henrique Fonseca Nogueira, 18, e Luiz Carlos Pereira, 19, respondem por roubo qualificado praticado no dia 9 de novembro de 2015, no Condomínio de Chácaras Vivenda Primavera, na estrada de Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá. Segundo a Derf, Thiago é filho de uma ex-empregada da chácara e sabia o funcionamento da casa, onde estava guardado um revólver calibre 38 e dinheiro.

Conforme a delegada Elaine Fernandes, durante o assalto os bandidos jogaram whisky no corpo do filho da vítima e ameaçaram colocar fogo. “Agiram com muita crueldade, para aterrorizar mesmo”, disse.

Leia também:  Veículos estacionados são furtados em ruas de Rondonópolis

Também com roubos cometidos em chácaras, Mateus Souza de Jesus, 19, e um adolescente de 16 anos, tiveram mandados cumpridos, sendo o menor de busca e apreensão. A dupla é investigada no roubo ocorrido no dia 15 de novembro, em um sítio no Distrito de Nossa Senhora da Guia, e responde por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. O infrator será encaminhado a Delegacia Especializada do Adolescente (Dea).

Outro grupo preso, Paulo Cezar Teotônio da Silva, 29, Fabiano Fernandes Paniaco, 31, e Gilbert Costa Nascimento, 32, que teve o mandado de prisão cumprido em Mato Grosso do Sul, irá responder por furto qualificado e associação criminosa. Os três são autores do furto ocorrido no dia 7 de março de 2015, na loja Empório Cuiabá, localizada Avenida Castelo Branco, no bairro Quilombo, em Cuiabá.

O roubo teve a participação de pelo menos sete bandidos, que invadiram o estabelecimento e durante quatro horas fizeram um verdadeiro “limpa” na loja de revenda de roupas de grifes famosas, deixando prejuízo de mais de R$ 40 mil. Os bandidos tiveram acesso à loja depois de arrombar a lateral de outra empresa. Eles arrebentaram uma parede de gesso e entraram no estabelecimento.

Leia também:  Cliente abandona garota de programa em matagal, nua e sem pagamento

Na operação Rota 38, também foi preso Sidiney Marques da Silva, 39, por receptação de aparelhos de televisão, som, celulares, objetos de salão de beleza. O furto ocorreu uma galeria na Rua 24 de Outubro, na região do Goiabeiras.

O suspeito Vagner da Luz Costa, 22 anos, foi preso por roubo qualificado e corrupção de menores, por assalto cometido no dia 17 de novembro de 2015, em uma loja de confecções, no bairro Carumbé, em Cuiabá. “Ele levou dois menores, que entraram e algemaram a dona e os funcionários, depois pegaram o dinheiro do caixa, joias e fugiram no carro de Vagner”, disse o delegado Frederico Murta, que investiga o roubo.

O acusado Weslley Gonçalves de Amorim, 23 anos, teve mandado de prisão cumprido por roubo qualificado e associação criminosa, por roubo cometido na casa de um desembargador, no bairro Jardim das Américas, na capital, ocorrido no dia 11 de novembro de 2015.

Os presos Joenilson Amacio Dias Braga, 20, e Keneton dos Santos Ferreira, 23, também respondem por roubo qualificado ocorrido no dia 31 de outubro deste ano, em uma chácara na Avenida Arquimedes Pereira Lima, em frente à Associação Médica, de onde levaram armas e munições.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.