Conselho Comunitário de Segurança - Foto : assessoria
Conselho Comunitário de Segurança – Foto : assessoria

As ações preventivas desenvolvidas pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp) serão reforçadas a partir do ano que vem. As 23 Bases Comunitárias de Segurança Pública do Estado serão reformadas e os 1.340 alunos soldados que estão sendo capacitados pela Escola Superior de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar (Esfap) serão formados para atuar como instrutores e promotores de Polícia Comunitária em Mato Grosso.

Em setembro de 2015, 132 integrantes dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública (Consegs) se encontram com o governador Pedro Taques para discutir iniciativas para melhorar a Segurança Pública do Estado. Foi um dos primeiros passos para o fortalecimento da política de prevenção da Segurança. Ainda, em 2015, foram empossados 900 novos membros para atuar nos Consegs.

Leia também:  182 anos da Polícia Militar é celebrado com títulos, promoções e desfile

O diálogo entre a comunidade e as forças de Segurança Pública foi outro destaque em 2015. Mais de 140 conselheiros comunitários, lideranças comunitárias e profissionais de segurança pública se reuniram no “1° Fórum Permanente de Interlocução Sociedade e Segurança Pública”, que discutiu problemas e propôs solução para segurança pública.

Além das reuniões periódicas com a comunidade, os Consegs realizaram importantes obras em parceria com empresários, comunidades, prefeituras e outros órgãos públicos, o que resultou na reforma das delegacias de polícia de Paranatinga e Querência, inauguração de laboratórios de informática nos municípios de Itaúba, Várzea Grande e Barra do Garças, instalação de câmeras de monitoramento em Peixoto de Azevedo, inauguração da sede do Conseg de Distrito da Guia e desenvolvimento do projeto preventivo “Cinema na Comunidade”, promovido no bairro Pedra 90, em Cuiabá.

Leia também:  Após levar três tiros, vítima reconhece autores de disparos

O secretário Executivo de Segurança Pública, Fábio Galindo Silvestre, destaca que a prevenção é o eixo de maior concentração de esforços para o próximo ano de gestão. “A segurança pública é pensada em cima de dois eixos: repressão qualificada e prevenção. No âmbito da prevenção, estamos trabalhando junto com os Consegs e a comunidade para que a estratégia de policiamento seja melhor empregada. A partir do ano que vem, reforçaremos as ações de prevenção como uma das estratégias de redução da criminalidade”, ressaltou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.