A Polícia Judiciária Civil prendeu na tarde de ontem (14), o suspeito Josimar Fernando Moreira, 24 anos, apontado como um dos autores do crime de latrocínio que vitimou o advogado José Vieira da Silva Filho. De acordo com a Polícia, o corpo da vítima foi encontrado no dia 05 de dezembro embaixo de uma ponte do Rio Coxipó, em Cuiabá.

O acusado, segundo a PJC, foi identificado durante investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), e teve o mandado de prisão temporária decretado pela 4ª Vara Criminal da Capital, pelo crime de roubo seguido de morte.

Desde o dia 04 de dezembro, as investigações tiveram início após a família do advogado comunicar a Polícia o sumiço de José. No dia seguinte, o advogado foi encontrado amarrado com uma corda no pescoço embaixo da ponte do rio Coxipó. Horas depois, foi localizado o veículo da vítima, um Honda Fit, no bairro Pedra 90.

Leia também:  Dupla é presa por porte ilegal de arma e suspeita de roubo em Rondonópolis

Em continuidade as investigações e com base nos indícios, os policiais civis da Derrfva identificaram Josimar como um dos envolvidos na ação criminosa, representaram pelo pedido de prisão do suspeito.

Com a ordem judicial decretada pela Justiça, o acusado foi preso em uma residência no bairro Pedra 90. Ele foi conduzido à Derrfva onde foi interrogado.

Em depoimento, Josimar negou a participação do crime, mas posteriormente acabou informando que a vítima foi morta porque reagiu ao assalto. O suspeito também passou pelo procedimento de reconhecimento pessoal e em que foi reconhecido por uma testemunha.

 De acordo com a Polícia, Josimar que já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas e roubo de veículos foi encaminhado para a Penitenciária Central do Estado (PCE). As investigações continuam para identificar e prender outros envolvidos no crime.

Leia também:  Dupla agride rapaz a pauladas para roubar motocicleta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.