Foto: reprodução
Foto: reprodução

Durante toda esta terça-feira (29), a equipe da Vigilância Epidemiológica da Unidade de Vigilância em Zoonoses – UVZ trabalha no combate a focos do mosquito Aedes aegypti na região da Vila Aurora, às margens do Arareau.

Edgar Prates, gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica, explica que foi enviada uma notificação de caso de dengue no bairro, e, como procedimento padrão, uma área delimitada de nove quarteirões recebe acompanhamento das equipes de combate, passando de casa em casa realizando o bloqueio mecânico de focos do mosquito.

Essa equipe recolhe amostras de larvas encontradas e elimina os focos encontrados, evitando o desenvolvimento dos filhotes. Na sequência, outra equipe visita os mesmos locais e realiza o bloqueio químico com borrifamento de veneno que elimina mosquitos adultos.

Leia também:  269 vagas de empregos para Rondonópolis (05/06)

A resistência de alguns moradores em receber as equipes da UVZ preocupa o supervisor e agente de saúde Sebastião Valtério da Silva. “Encontramos resistência para realizar a inspeção mesmo apresentando nossos crachás aqui na Vila Aurora. E o preocupante é que não encontramos a maioria de focos do mosquito em casas abandonadas dessa região, mas em casas de moradores”, conta.

Água acumulada em latas, vasilhas, garrafas, entulhos e pneus velhos são criadouros de larvas comumente identificados pelas equipes de combate. A Secretaria Municipal de Saúde recomenda que, em caso de suspeita de focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti em bairros da cidade, deve-se contatar a UVZ pelo telefone 3411-5188.

Leia também:  Ministros participam de inauguração na Santa Casa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.