Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá prenderam na tarde desta quinta-feira (14), o jovem Felipe Lemes, 21 anos, acusado de latrocínio, roubo seguido de morte. O suspeito é morador do bairro Canjica e a casa dele fica cerca de 500 metros da residência onde morava a vítima.

Segundo a Polícia Civil, Felipe é apontado como um dos autores do crime que vitimou um taxista, 65 anos, durante um assalto no dia 04 de dezembro de 2015, no bairro Dom Bosco em Cuiabá. Ele foi detido em cumprimento ao mandado de prisão. O suspeito deve ser apresentado na manhã desta sexta-feira (15) na Delegacia de Roubos e Furtos, no bairro Verdão. A Polícia ainda tenta localizar o 2º envolvido no crime.

Leia também:  Moradores viajam e suspeito com menor são detidos por tentativa de furto no Monte Líbano

O caso

Conforme as investigações, o taxista chegava em casa quando foi surpreendido por dois homens armados, que depois de anunciar o roubo entraram na residência junto com o taxista. Os indivíduos reviraram a casa a procura de dinheiro e objetos de valor. Contudo foram informados pelo taxista que não havia dinheiro.

A esposa do taxista e a sobrinha, 24 anos, estavam na residência e presenciaram a vítima ser morta asfixiada com um travesseiro. Antônio era taxista há mais de 10 anos e conhecido por ser religioso, ele pregava para usuários de drogas no bairro que morava.

Os bandidos fugiram pulando o muro da casa levando algumas semi-joias e aparelhos celulares.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.