O Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (reunião dos líderes dos partidos que compõem o corpo de deputados), decidiu que não vai haver pagamento aos parlamentares pelas convocações extraordinárias.

Com a decisão, os deputados estaduais dão uma demonstração de que estão ouvindo os clamores das ruas e de quebra ainda farão uma economia para os cofres públicos.

EM TEMPO

Os vereadores de Rondonópolis, também atenderam a convocação para uma sessão extraordinária nesta terça-feira (12), mas assim como os parlamentares estaduais não vão receber nenhum centavo a mais para participar da deliberação e votação dos projetos em pauta.

Advertisements
Leia também:  A procura de um habitat

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.