Vincenzo e Mariah, de 1 ano, protagonizaram uma cena linda de carinho e saudade, ao se encontrarem de novo depois que o menino passou vários dias internado na UTI, Unidade de Tratamento Intensivo, por causa da dengue.

Divulgação
Divulgação

Vicenzo não sabia o que fazer: tocava a irmã, punha a cabecinha no ombro do pai, fazia de novo… uma doçura que o pequeno não precisa expressar em palavras: o amor entre gêmeos.

A mãe dos gêmeos, Natieli Caveion Pedroso percebeu febre e manchas vermelhas pelo corpo de Vicenzo e o menino foi levado para uma clínica a 235 km de onde moram, em Guaratã do Norte, no Mato Grosso, no dia 4 de dezembro de 2015.

Mas, além da dengue, a criança apresentou um quadro de infecção pulmonar e precisou ser internada e acabou na UTI.

Leia também:  MT | Número de consumidores inadimplentes registrou aumento de 1,74% em outubro

A distância deixou os gêmeos tristes. Segundo a mãe, Vincenzo chamava pela irmã o tempo todo. “Vicenzo fazia ‘vem’ com a mãozinha e dizia: “Má”, que é como ele a chama.

Na outra cidade, Mariah também estava chorosa e abatida, de acordo com familiares.

O fim da agonia foi no dia 17 daquele mês, quando o pequeno recebeu alta da UTI, o mesmo dia em que os gêmeos completaram um ano de vida.

A família não imaginava que a saudade era tanta, até colocar os dois frente a frente.

“Depois que eu parei de filmar, Mariah começou a se empolgar, e gritava, batendo os bracinhos de alegria, fez tanta bagunça, que depois de alguns minutos a enfermeira veio pedir para ela sair”.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

Vincenzo teve alta no dia 22 .

O vídeo do reencontro dos gêmeos foi publicado no Youtube e compartilhado milhares de vezes em redes sociais.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.