Divulgação
Divulgação

Um menino de onze anos passou mais de quatro horas amarrado com arame em uma casa em Londrina. Segundo o Conselho Tutelar, a criança era mantida presa dentro da residência pela mãe e pelo padrasto. O padrasto, de 33 anos, e a mãe, de 26, foram presos em flagrante.

Uma denúncia anônima informou ao Conselho Tutelar que a criança estava gritando e que parecia que ela estava sendo agredida.

Divulgação
Divulgação

Fotos tiradas no local mostram como o menino estava amarrado quando foi resgatado pelos conselheiros tutelares e pela Polícia Militar.

Quando chegaram no local, os conselheiros chamaram pelos donos do imóvel, mas ninguém atendeu. Ao chamarem pelo nome do menino, o garoto disse que não poderia abrir a porta porque estava amarrado.

Leia também:  Tentativa de assalto causa tiroteio dentro de ônibus e 3 pessoas morrem

O menino relatou aos conselheiros e policiais que não era a primeira vez que foi amarrado pela mãe e padrasto. O Conselho disse ainda que o garoto apresentava outros machucados pelo corpo, alguns já cicatrizados e causados pelos frequentes maus-tratos. A criança foi levado para casa de parentes do pai, que morreu há quatro anos.

O padrasto foi autuado por tortura, lesão corporal e cárcere privado.

A mãe foi autuada por tortura e cárcere privado, porque as lesões foram praticadas pelo padrasto. Provavelmente, o menino não voltará para a residência dos genitores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.