Momento em que o suspeito deixa o edifício com a mala - Foto: PJC
Momento em que o suspeito deixa o edifício com a mala – Foto: PJC

Uma vendedora teve R$ 1 milhão em joias roubados nesta quinta-feira (7), no Bairro Santa Helena, em Cuiabá. Um dos assaltantes se passou por cliente e foi até o edifício onde mora a vendedora e fez um ‘limpa’ na mercadoria.

O homem deu um nome falso e disse que foi indicado por um cliente da vendedora. Pelo fato de ter três clientes com o mesmo nome, a vítima afirmou não ter desconfiado do suspeito.

O assaltante e a vítima marcaram de se encontrar na quinta-feira. A comerciante informou que o suposto cliente retornou no outro dia para pedir informações sobre o endereço dela. Ao abrir a porta, a vítima ainda perguntou qual dos clientes havia lhe indicado.

Foi nesse momento que o assaltante apontou uma arma e a empurrou para o apartamento, onde estava o filho da vítima e outra cliente. A vendedora explicou que o bandido ordenou que todos deitassem no chão e mandou que ela colocasse os mostruários de joias dentro de uma mala que ele carregava. Em seguida, o assaltante ordenou que ela ligasse na portaria e autorizasse a saída dele. Enquanto isso, o assaltante ligou para que um comparsa o buscasse.

Leia também:  Jovem é preso em flagrante por tráfico de drogas

De acordo com a vítima após a ligação, o assaltante trancou ela e o filho no quarto e ordenou que a cliente, que estava na casa da comerciante, o acompanhasse até a portaria. Eles teriam fugido em uma motocicleta. Câmeras de segurança registraram os criminosos no elevador e em frente ao condomínio carregando a mala com as joias roubadas.

Um dos suspeitos, de 24 anos, foi reconhecido através de fotos e também porque usava tornozeleira eletrônica havia pouco mais de 20 dias. O assaltante foi preso com a ajuda de um helicóptero em uma operação, quando tentava fugir em um matagal, no Bairro Itapuã, em Cuiabá. Os policiais encontraram com ele algumas peças de ouro, estimadas no valor de R$ 15 mil, uma pistola calibre 380 usada no roubo, munições, um capuz e uma camiseta usada no crime que foi reconhecida pela vítima.

Leia também:  Dois homens são presos depois de abusarem de um menino de 6 anos em Cuiabá

A delegada da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf), Elaine Fernandes da Silva, contou que o preso tem muita habilidade para fuga e afirmou que as buscas continuam na tentativa de prender o segundo suspeito, já identificado, e recuperar o mostruário de joias da vítima.

O suspeito responde por vários processos criminais, como homicídio, tráfico de drogas, associação ao tráfico e roubo qualificado, além de já ter sido condenado a cumprir seis anos de prisão por roubo. O rapaz foi colocado em liberdade no dia 17 de dezembro de 2015, desde então usava a tornozeleira eletrônica.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.