Durante recesso, o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB) requisitou a presença dos deputados para sessões extraordinárias que irão acontecer entre os dias 11 e 22 de janeiro.  Serão colocados em votações 11 mensagens do Poder Executivo, uma do Tribunal de Justiça e uma da Procuradoria Geral de Justiça, além de projetos não especificados de autoria dos deputados estaduais.

Com a solicitação feita aos deputados em meio ao recesso, eles terão o direito de receber um extra de R$ 25 mil.

O total de gastos com os salários extras, por conta das sessões extraordinárias, somente em janeiro irá custar R$ 600 mil aos cofres do Legislativo.

Advertisements
Leia também:  Queremos o nosso pedaço

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.