Arma e celulares.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Arma e celulares recuperados na investigação – Foto: VArlei Cordova / AGORA MT

Investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Rondonópolis desarticularam hoje (27), duas quadrilhas que vinham praticando roubos pela cidade. O aplicativo de rastreamento dos aparelhos celulares roubados foi um dos modos de localizar os suspeitos.

O 1º roubo ocorreu no dia 22 deste mês por volta da meia-noite quando dois rapazes que estavam tomando tereré em frente de casa no bairro Santa Cruz e foram abordados por um indivíduo em uma moto. Ele teria mostrado o revólver e levado dois aparelhos celulares.

Usando o aplicativo de rastreamento, os policiais iniciaram o monitoramento da casa na Vila Operária, onde encontraram o celular com um menor de 16 anos. Ele afirmou que havia comprado o aparelho de outra pessoa, no qual o aplicativo também havia mostrado uma movimentação. Nesta outra casa, no Carlos Bezerra, foram encontrados Josimar de Souza e Matheus Silva Cardoso, ambos de 18 anos.

Leia também:  Suspeito é denunciado por agressão a mulher e é preso por contrabando
Suspeitos de ter praticado roubo do celular.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Josimar de Souza e Matheus Silva Cardoso, ambos de 18 anos- Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Josimar foi reconhecido como autor do roubo. Já no celular que estava com Matheus foi encontrada uma foto dele com uma arma, que também foi reconhecida pelas vítimas como a usada no assalto. O suspeito acabou levando os policiais até a casa dele, onde o revólver estava guardado.

Já o 2ª roubo, aconteceu um dia depois no jardim Santa Clara. Por volta das 22 h, a vítima foi até a casa de um amigo fazer uma visita, ele teria batido palma, mas ninguém saiu. Neste momento então, três indivíduos o abordaram e pediram os pertences, como ele se negou a entregar um deles deu uma paulada nas costas da vítima que ficou caída no chão.

Leia também:  Aparelhos celulares correspondem a 55% dos roubos em Cuiabá

Dias depois, um vizinho da casa onde a vítima foi roubada afirmou que teria encontrado a carteira dele e que a devolveria por R$50.

Desconfiado, ele procurou a polícia e contou o caso. Os investigadores começaram então a rastrear o aparelho e monitorar a casa.

Após investigação foi constatado que Benício da Silva Chagas, 36 anos, que estava pedindo dinheiro em troca da carteira era irmão de Sidnei da Silva Chagas, 34 anos, que foi reconhecido como autor do roubo. Também foram presos Renato da Silva Souza, 38 anos, que estava com o celular e repassou para Wender Henrique de Oliveira, que foi enquadrado por receptação, e Adriano Alves de Souza que estava com a corrente.

Leia também:  Jovem compra moto em garagem de veículo e acaba detido por receptação
Suspeitos detidos apos roubado celular, carteira e corrente.Foto:Varlei Cordova/AGORAMT
Wender Henrique, Sidnei da Silva Chagas, Renato da Silva Souza, Adriano Alves de Souza, Benício da Silva Chagas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Os outros dois que participaram do assalto ainda não foram encontrados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.