Objetos encontrados na casa do suspeito - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Objetos encontrados na casa do suspeito – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Duas pistolas, uma 765 outra 635 e uma espingarda calibre 22, com numerações raspadas, além de três tabletes grandes de substância aparentando ser maconha e documentos falsos foram encontrados na casa do suspeito, morto em uma troca de tiros com a polícia. Ele também é investigado por ter praticado dois homicídios e tinha um mandado de prisão em aberto por porte de armas.

O fato aconteceu na manhã desta quinta-feira (28), no bairro Pedra 90, durante a “Operação Carga Máxima”, ação vinculada a Delegacia Regional.

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, o suspeito João Gonçalves dos Santos, já vinha sendo monitorado por tráfico de drogas há algum tempo e nesta quinta-feira foi expedido um mandado de busca e apreensão na casa dele.

Leia também:  Homem é assassinado com tiro na cabeça e criança de 2 anos também é atingida
Delegado esclareceu a ação - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Delegado esclareceu a ação – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Segundo o delegado Gustavo Belão, que estava presente no momento da ação, quando os policiais chegaram na casa, João correu para dentro e trancou a porta. Após a negativa de sair da residência, um dos policiais tentou forçar a porta e entrar quando foi surpreendido por um disparo vindo de dentro. Ele tentando se proteger, saiu da residência fazendo um disparo, que provavelmente foi o que acertou no suspeito.

Ainda segundo a polícia, eles ainda tentaram verbalizar para que João se entregasse, mas mais uma vez ele, tendo uma melhor visão dos policiais que estavam do lado de fora, efetuou mais um disparo que quase acertou a cabeça de um dos investigadores.

Leia também:  Paranatinga | Polícia estoura boca de fumo e prende casal em flagrante com 4 KG de drogas

Já ferido, o suspeito deitou-se no chão e continuou apontando a arma contra os policiais, quando um deles conseguiu entrar na casa e atirar na pistola do suspeito para que ele a soltasse.

Ele foi socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.