Ainda com um quadro de incertezas nas candidaturas à prefeito de Rondonópolis para as eleições deste ano, em que apenas os nomes do atual prefeito, Percival Muniz (PPS) e do deputado José Carlos do Pátio (SD) são dados como certo.

O presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB), já estaria sendo pressionado por seus correligionários a lançar seu nome à disputa.

O PMDB que em Rondonópolis tem uma comissão provisória administrando a sigla na cidade, ainda não se pronunciou sobre coligações ou se terá candidatura própria à prefeito em 2016, o que se comenta nos bastidores é que o partido estaria dividido entre apoiar a reeleição de Percival, ou marchar com o grupo de Blairo Maggi, agora no PMDB, para a disputa.

Leia também:  Um ano sem Antônio Carlos

Com a indecisão os correligionários de Fulô vislumbram a possibilidade de lançar o nome do vereador como candidato da sigla.

EM TEMPO

Apesar da entrada de Blairo no partido, quem ainda manda no PMDB estadual é o casal Bezerra, e tanto em Rondonópolis como em Cuiabá, o deputado federal Carlos Bezerra, não tem a intenção de apoiar as pretensões de Maggi, que deseja, em Cuiabá apoiar a reeleição de Mauro Mendes (PSB), que tem o apoio de Pedro Taques (PSDB) e em Rondonópolis, apoiar os nomes apresentados pelo grupo do agronegócio, que vem sendo montado pelo deputado federal Adilton Sachetti (PSB), que tem o nome dos empresários, Dirceu Capelleto (sem partido), Adelino Bissoni ou ainda Marco Túlio (PSB).

Leia também:  Bezerra pode concorrer ao senado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.