No total são 130 pessoas que devem ser demitidas - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
No total são 130 pessoas que devem ser demitidas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Mais de 100 funcionários da empresa TBM, marca de atuação no setor têxtil, em Rondonópolis (MT) devem começar o ano de 2016 desempregados.  No total, são 130 pessoas que estão assinando o documento para dar início ao processo de desligamento nesta quarta-feira (20). As informações são do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário e Têxtil do Estado de Mato Grosso (STIVET-MT).

Dalmir Pereira assinando o documento - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Dalmir Pereira assinando o documento – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

De acordo com o funcionário da empresa, Dalmir Pereira, desde o mês de novembro a TBM está demitindo os trabalhadores e em grande quantidade. “A empresa sempre agiu de forma certa com os pagamentos. Eles deram férias coletiva e quando voltamos já pediram para assinar os papéis de demissão. Ainda não sei o motivo e nem sei o que fazer, nos pegaram de surpresa”, explica o funcionário que deve ficar desempregado.

Leia também:  Prefeitura disponibiliza emissão de documentos fiscais de forma gratuita via site
Entre os funcionários, tem pessoas que já passaram pela empresa Santana Textil - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Entre os funcionários, tem pessoas que já passaram pela empresa Santana Têxtil – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Entre as pessoas que aguardam na fila para assinar os documentos, tem funcionários que perderam o emprego na empresa Santana Têxtil, que fechou em 2015, e que agora devem ficar desempregados novamente após o desligamento em massa que está acontecendo na TBM. Os funcionários acreditam que as demissões são porque a empresa estaria pretendendo fechar as portas em Rondonópolis.

OUTRO LADO 

A equipe de reportagem entrou em contato com a empresa TBM pelo telefone (66) 3411-3899, onde ninguém atendeu a ligação. Então a equipe entrou em contato em outro telefone disponível no site da TBM (85) 4012-9100, onde foi informado por uma secretaria de que iria retornar com uma posição, mas até o fechamento desta matéria a empresa não havia se manifestado sobre o assunto. A reportagem também tentou contato por e-mail, porém sem êxito.

Leia também:  Talk Show do Papo Empresarial acontece hoje

LEIA TAMBÉM 

Mais de 500 pessoas devem ficar desempregadas após possível fechamento de empresa

Demissão em massa pode gerar impacto na economia local

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.