A palavra ‘desistir’ parece não fazer parte do vocabulário do ex-secretário de Estado de Indústria e Comércio, Pedro Nadaf que teve o habeas corpus negado, na tarde de ontem (6), pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Esta é a 5ª vez que a defesa tenta relaxar a prisão de Nadaf, colocando-o em liberdade. O habeas corpus foi protocolado no dia 21 do mês passado. Ele também sofreu outra derrota, na última segunda-feira (4), no Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Nadaf está preso desde o dia 15 de setembro, acusado de fraudar o sistema de incentivos fiscais de Mato Grosso e receber propina de R$ 2,6 milhões.

A desembargadora Serly Marcondes Alves, plantonista da Câmara Especial, negou liberdade ao ex-gestor da pasta.

Leia também:  Caldeirão do Huck confirma exibição do Papai Noel Pantaneiro

Também estão presos acusados de participação no mesmo esquema, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e o ex-secretário de Fazenda, Marcel de Cursi. Todos estão detidos no Centro de Custódia da Capital (CCC), antigo Carumbé.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.