O período de festas de fim de ano em 2015 contou com uma demanda menor por carne bovina em comparação ao ano anterior no estado de Mato Grosso (MT). As informações foram divulgadas pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os economistas do Imea explicam que a demanda foi menor, mas o ano contou com uma receita maior devido ao preço elevado dos cortes, já que, mesmo com essa menor procura, o número de animais abatidos não foi suficiente para suprir plenamente a necessidade nos açougues e supermercados.

Em 2015, o número de animais encaminhados à indústria foi 15,2% menor que em 2014. Esta é uma das explicações para a alta nos preços do varejo. “Para se ter uma ideia, a média dos cortes no ano passado foi 16,6% maior que em 2014” explica os economistas do Imea.

Leia também:  Metade dos consumidores que irão presentear no Natal devem usar o 13º nas compras

Em 2016, a previsão do Instituto é de possível manutenção no número de animais abatidos, fato que, isolado, poderia contribuir para a manutenção ou até aumento dos preços.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.