Um homem suspeito de estuprar a enteada, de 14 anos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (19), no em Barra do Bugres (168 km a Médio Norte), após ter o mandado de prisão temporária decretado pela Justiça. Segundo as investigações, o acusado, E.D.S., 29, estuprava a menor desde que ela tinha 7 anos de idade.

As investigações iniciaram com a denúncia, feita no dia 02 de janeiro, de que a adolescente de 14 anos vinha sendo abusada sexualmente pelo padrasto há cerca de sete anos. Acompanhada de sua mãe, a adolescente contou que os abusos iniciaram quando ela ainda era uma criança, sendo abusada pela primeira vez quando ainda tinha 7 anos.

Leia também:  Família é rendida e feita refém durante roubo

Em depoimento, a vítima relatou que o padrasto a obrigada manter relações sexuais com ele, e ainda ameaçava matar sua mãe casa a mesma contasse para alguém sobre os abusos. Conforme a adolescente, o agressor dizia que os familiares dela, não a aceitariam mais caso descobrissem os fatos.

Diante dos indícios, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão temporária do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável. A ordem judicial foi deferida pela Comarca local, após parecer favorável do Ministério Pública do município.

O acusado teve a prisão cumprida, na terça-feira (19), quando compareceu na Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos. Durante interrogatório, ele apresentou diversas contradições.

De acordo com o delegado de polícia João Paulo Praisner, o inquérito policial será concluído nos próximos dias. “Uma vez que a vítima era abusada sexualmente desde os 07 anos de idade o suspeito responderá pelo crime de estupro de vulnerável majorado em continuidade delitiva, cuja pena pode variar entre 8 a 15 anos de reclusão”, afirmou o delegado.

Leia também:  Suspeito é denunciado por agressão a mulher e é preso por contrabando
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.