São Paulo x Rondonópolis Copa São Paulo de Futebol Júnior :Foto- Vitor Geron
São Paulo x Rondonópolis Copa São Paulo de Futebol Júnior :Foto- Vitor Geron

O Rondonópolis Esporte Clube (REC), perdeu para o São Paulo por 4 a 0 nas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que aconteceu na noite deste domingo (17), no Estádio Francisco Ribeiro Nogueira, em Mogi Das Cruzes (SP). Durante a partida membros da torcida organizada do tricolor entraram em confronto com a Polícia Militar e duas pessoas tiveram que receber atendimento médico.

Câmera do SporTV é intimidado por torcedores do São Paulo: Foto SporTV
Câmera do SporTV é intimidado por torcedores do São Paulo: Foto SporTV

O São Paulo jogou sem seus titulares, mas isso não impediu a goleada em cima do REC. O primeiro gol foi aos 25 minutos com um pênalti cobrado pelo atacante Araújo. O segundo foi aos 37 minutos com a jogada de Araújo e Pedro.

No segundo tempo, mesmo não precisando se esforçar para ganhar, o São Paulo marcou dois Gols, um em seguida do outro, um aos 38 minutos e o outro aos 40 minutos, pontos marcados por Araújo e Pedro.

Leia também:  Brasil dá show em Cuiabá e avança no Grand Prix

 

Confusão da torcida organizada do lado de fora do estádio: você repórter
Confusão da torcida organizada do lado de fora do estádio: você repórter

Confusão e vandalismo da organizada

Apesar da boa atuação do São Paulo, sua vitória foi ofuscada pela sua torcida organizada, logo no segundo tempo, onde diversas pessoas tentaram invadir o estádio após a partida.

Torcida do lado de fora do estádio - Foto: Globo Esporte
Torcida do lado de fora do estádio – Foto: Globo Esporte

Muitos torcedores não conseguiram entrar para assistir à partida, pois não erra cobrado para assistir aos jogos da Copinha, quem chegasse primeiro ganhava seu lugar. Quando os estádios lotassem as portas erram fechadas e ninguém mais entravam. Porém, o que a organização não esperava era o número de pessoas que iriam aparecer na partida.

Decepcionados por não conseguirem entrar no estádio, a torcida do tricolor, com a ajuda de quem já estava dentro do estádio, começou a forçar os portões e confrontar a PM com paus, barras de ferro e até lixeiras estavam sendo jogadas nos policias.

Leia também:  Federação realiza arbitral após desistências em série

A PM para dispersar a torcida usou bala de borracha e gás lacrimogênio. Entretanto foi os vândalos que conseguiram tirar a força de segurança do estádio e continuaram com o vandalismo, bombas erram lançadas de fora para dentro.

Um carro da Secretaria de Segurança Pública de Mogi das Cruzes foi depredado do lado de fora do estádio- Foto: Reprodução
Um carro da Secretaria de Segurança Pública de Mogi das Cruzes foi depredado do lado de fora do estádio- Foto: Reprodução

O clima só ficou calmo quando faltava 15 minutos para acabar a partida, isso porque muitas pessoas resolveram ir para casa depois da confusão.

Duas pessoas tiveram que receber atendimento médico, sendo um idoso de 81 anos, ele seria o observador do Chelsea e tem problema cardíaco (cinco pontes de safena). A segunda vítima foi uma criança que desmaiou por conta da confusão.

 

observador do Chelsea sendo socorrido pela torcida: Foto: Marcello Zambrana / Agif / Estadão Conteúdo
observador do Chelsea sendo socorrido pela torcida: Foto: Marcello Zambrana / Agif / Estadão Conteúdo

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.