Uma nova pesquisa revelou que são poucas as pessoas que realmente não confiam em seus parceiros, mas dependendo da idade esse índice aumenta.

Getty/Alamy
Getty/Alamy

Nova pesquisa revelou que são poucas as pessoas que realmente não confiam em seus parceiros, mas entre a idade de 25 a 34 anos esse índice aumenta.

A pesquisa, compilada pela OnePoll nos EUA, contou com 1.000 pessoas casadas com idades entre 18 e 65 anos, que foram questionadas sobre suas atitudes em relação ao casamento.

John Owens, especialista em direito da família, disse:. “Quando há uma falta de confiança, a dúvida começa a rastejar.”

Estatística estimam que cerca de 42% dos casamentos terminam em separação. Certamente a desconfiança é uma das causas para o divórcio.

Leia também:  Vovó troca pedais e mergulha com carro em piscina

Pessoas entre as idades de 45 e 54 anos foram as mais confiantes, com apenas 4,1% de suspeita sobre seus parceiros.

Esse número aumenta para 15,2% quando analisou-se idades entre 25 a 34 anos.

Enquanto isso, a ascensão das redes sociais parece ter anunciado uma nova era para manter o controle sobre um ente querido. Das mulheres entrevistadas, 11,2% liam textos enviados ao marido nas redes sociais, 10% liam e-mails, 8 a 7% faziam login em contas de redes sociais e 4,3% investigavam se seus companheiros estavam verdadeiramente no trabalho – e usando aliança.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.