Objetos apreendidos - Foto: divulgação PM
Objetos apreendidos – Foto: divulgação PM

Claudionei de Jesus Alves, 25 anos, Jany da Silva Delgado, 20 anos, e Geovanne Medeiros de Souza, 24 anos, foram detidos na noite desta sexta-feira (8), em uma residência no Jardim Canaã, em Pedra Preta – MT. As acusações contra o trio são pelos crimes de corrupção de menores e tráfico de drogas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar fazia rondas pelo Jardim Canaã quando ao entrar na rua Contó em direção a marginal avistou dois indivíduos em frente a uma residência, sendo que um deles é usuário de drogas já conhecido pela polícia.

Dois dos suspeitos - Foto: divulgação PM
Dois dos suspeitos – Foto: divulgação PM

Ao ver a viatura, o usuário tentou sair do local dispensando no chão um embrulho e o outro entrou correndo para dentro da casa. A Polícia fez a abordagem do usuário e localizou o embrulho que continha uma substância aparentando ser pasta base de cocaína.

Leia também:  Motorista é preso transportando madeira ilegal e oferece propina a PRF

Diante do flagrante, os policiais entraram na residência e encontraram o outro rapaz dentro do banheiro e no vaso sanitário havia uma porção maior da mesma substância encontrada com o usuário. Outras pessoas estavam dentro da casa e elas também passaram pela busca pessoal.

Dentro de uma caixa de som, a Polícia localizou várias cédulas de dinheiro somando R$ 197 e jogado no chão, próximo à geladeira, foi encontrado a quantia de R$ 645 também em notas de vários valores e um embrulho com R$ 12 em moedas. Segundo o boletim, em baixo do sofá estava uma balança de precisão em pleno funcionamento.

O usuário de drogas confessou aos policiais que havia comprado à droga no local e que pagou R$ 12 em moedas por ela. Na residência também havia um adolescente que não tinha parentesco nenhum com as pessoas que estavam na casa, ou seja, em situação de vulnerabilidade.

Leia também:  Engavetamento com caminhões deixa vítima em estado grave na BR-163

Todos foram encaminhados a Delegacia de Polícia para as devidas providências.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.