Depois de apresentar aumento de 5% em 2014, a procura de crédito por parte das empresas diminuiu 1,9%, no ano passado, no pior resultado dos últimos três anos, segundo o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Em 2013, a demanda tinha ficado estável.

A maior queda, de 19,3%, ocorreu no segmento das empresas de médio porte, seguido pelas grandes empresas com recuo de 14,3%.

Já nas micro e pequenas empresas, a queda foi bem mais branda, de apenas 0,7%. A Serasa Experian atribuiu essa diminuição em nível mais baixo do que nas demais faixas empresariais aos avanços no processo de formalização e ampliação do número de microempreendedores individuais (MEIs).

Leia também:  Setor de serviços recua 0,8% de junho para julho

Por setor, a indústria foi o que mais encolheu a procura por crédito (-7,8%). No comércio, a busca foi 2,5% menor do que em 2014 e o setor de serviços foi o único a registrar alta, com crescimento de 0,4%.

Na análise por região, foi detectado aumento apenas no Norte do país, onde a demanda cresceu 0,6%. No Sul, a procura caiu 0,2%; no Sudeste, 3,6% e no Centro-Oeste, 3,7%. O Nordeste apresentou a maior queda, de 4,6%.

Os economistas da Serasa Experian avaliaram que “a recessão econômica, a queda dos níveis de confiança dos empresários e o custo do crédito cada vez mais caro determinaram a retração da procura das empresas”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.