O Fórum Sindical decidiu em reunião na tarde de ontem (6) que não vai acatar a proposta do Governo do Estado de mudar a data de pagamento dos salários dos servidores públicos estaduais para o 10º dia útil do mês. A decisão deve ser apresentada nesta quinta-feira (7) quando está marcada uma reunião do o secretário de Estado de Gestão, Júlio Modesto com líderes do fórum para discutir as propostas do Governo feitas no dia 29 de dezembro.

Entre as principais propostas estão a alteração na data da remuneração dos servidores do dia 30 para o 10º dia útil de cada mês e a mudança do pagamento do 13º salário nos últimos dois meses do ano (atualmente, a 1ª parcela é paga no aniversário do servidor e a 2ª em dezembro).

Leia também:  Pela primeira vez, Rally dos Sertões acontecerá em Mato Grosso

Ainda há uma 3ª proposta que se refere ao parcelamento da diferença da reposição inflacionária salarial (Revisão Geral Anual), entre maio e novembro do ano passado em seis parcelas. Para este, a reposição prevista para o mês de maio, deve ter dificuldade no cumprimento.

Nesta quinta-feira, devem ser discutidas algumas das mudanças já apresentadas em dezembro e outra que serão propostas hoje.

De acordo com o secretário, a troca da data de pagamento da folha salarial ocorre no intuito de conciliar com o fluxo no caixa do Estado, compreendido entre os dias 07 e 10 de cada mês.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Procon, Rogério Chapadense, disse em entrevista ao site Folha Max, que a mudança na folha de pagamento muda diretamente a vida dos servidores públicos, que estão organizados há anos com a data de pagamento no último dia útil do mês. Consequentemente, a mudança também afetaria a economia do Estado, já que ao alterar os pagamentos dos servidores, o comércio receberia em atraso, o que também poderá acarretar juros e multas ao 1º grupo por atrasos.

Leia também:  Representantes de Pontos de Cultura de Mato Grosso se reúnem em Cuiabá nesta segunda-feira (22)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.