A Polícia Judiciária Civil prendeu um dos autores do assassinato de um comprador de ouro, que estava desaparecido desde o dia 30 de dezembro de 2015, e seu corpo foi localizado na sexta-feira (08) passada, em uma região de mata, no município de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste).

Quatro homens são acusados de crime tratado como latrocínio, pois a vítima teve 3 quilos de ouro roubado, o equivalente a R$ 300 mil, e R$ 27 mil que carregava quando sofreu uma emboscada. O suspeito, Paulo José Sega, 34 anos, apontado como um dos executores, foi preso nesta sexta-feira (22) no município de Jauru (425 km a Oeste), com apoio de policiais Gerência de Operações Especiais (GOE).

Leia também:  Quadrilha rende e aterroriza pessoas em bar na Gleba Rio Vermelho

Com o preso foi apreendido um revólver calibre 38, possivelmente usado para executar a vítima. A arma será encaminhada à perícia.

De acordo com o delegado que investiga o assassinato, Gilson Silveira, os quatro garimpeiros estão com mandados de prisão preventiva. “Os suspeitos são pessoas de fora que vieram para cá na aventura do garimpo. Agora vamos inserir os mandados no sistema do Banco Nacional de Mandado de Prisão, para que possam ser presos”, disse.

A vítima, Umberto Martins da Costa, 52 anos, foi torturada e seu corpo foi encontrado amarrado em uma árvore em estado avançado de decomposição. O corpo foi localizado próximo ao aterro sanitário da cidade, cerca de 15 quilômetros do centro urbano, com um tiro na cabeça. A família reconheceu o corpo pelas vestes e os sapatos.

Leia também:  Pedra Preta | Casal é preso por tráfico de drogas durante operação conjunta da Polícia

A vítima é moradora de Santarém, no Estado do Pará, e estava na região para comprar ouro do garimpo ilegal da Serra da Borda. No dia 30 de dezembro, o comprador iria retorna ao Pará, quando sofreu uma emboscada de criminosos para roubar 3 quilos de ouro, que já havia comprado, e mais R$ 27 mil que carregava. “Ele foi atraído por bandidos que diziam que tinha ouro para vender”, disse o delegado Silveira.

A caminhonete da vítima SW4 foi encontrada totalmente incendida.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.