Está em tramitação na Câmara Municipal, um projeto de lei de autoria do vereador Thiago Silva (PMDB), que prevê a criação de um Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico em Rondonópolis. “Esta proposta tem o objetivo de ampliar o debate com a comunidade em busca do desenvolvimento municipal e regional”, disse o vereador autor do projeto.

Ele explica que o Fórum tem entre seus objetivos formular propostas e diretrizes para as políticas municipais de desenvolvimento econômico, constituir um espaço consultivo e de deliberação, além de fomentar o diálogo social acerca de temas sobre o desenvolvimento local, promover o fortalecimento da cooperação e criar mais aproximação entre os agentes econômicos do município.

Na proposta também está inclusa a revisão da lei municipal de política ao incentivo a instalação de indústrias, o incentivo a diversificação econômica e agregação de valor a matéria prima, a cooperação entre entes da federação para criação de políticas de incentivos a instalação de novas empresas ou indústrias e articulações para implantação de um parque tecnológico na cidade.

Leia também:  Site prevê possibilidade de advogada assumir cadeira na Câmara de Cuiabá

“Este projeto surgiu a partir da minha preocupação quanto o número de empresas que estão fechando e junto os postos de trabalhos na cidade. Isto é preocupante, pois nos últimos anos a política econômica local não tem atraído indústrias para o município. Precisamos repensar a política de atração de novas indústrias e voltar a ser a capital de geração de empregos”, ressaltou o vereador.

De acordo com Thiago Silva, o Fórum será um instrumento para trabalhar o planejamento estratégico de Rondonópolis para os próximos anos. “É fundamental que toda a sociedade, e não apenas o poder público, participe deste processo, pois o futuro tem que ser construído de forma coletiva”, externou.

Pelo projeto o Fórum deverá contar com a participação das entidades representativas dos segmentos comerciais, logísticos, econômicos e financeiros, representação dos trabalhadores, instituições de ensino superior e tecnológico sediadas no município com a coordenação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Rondonópolis. Compete ainda a entidade definir os partícipes e as mesas temáticas de discussão, bem como a composição da agenda propositiva do Fórum.

Leia também:  População define infraestrutura como prioridade nos debates da LDO

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.