O vice-prefeito de Tapurah, Sérgio Borges de Mello (PTB), será investigado pelo Ministério Público do Estado (MPE) por supostas declarações racistas proferidas por ele em uma rede social. O inquérito foi aberto na quarta-feira (20).

Segundo consta na denúncia, Sérgio teria publicado declarações ofensivas contra nordestinos na época da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele teria além de denegrido a imagem da população, afirmando que eles seriam improdutivos, defendido a separação do país.

Conforme o documento, as declarações do vice-prefeito motivaram uma moção de repúdio dos vereadores do município, além de manifestações populares, por meio de passeatas. De acordo a promotora de Justiça, o objetivo da instauração do inquérito é a investigação dos fatos. “Considerando, por fim, que o inquérito civil é, pois, instrumento de investigação destinado à colheita de elementos de convicção, que permitem ao promotor de Justiça avaliar a ocorrência de fato capaz de causar lesão e/ou dano a coletividade, a fim de adotar medidas para sanar eventuais irregularidades e/ou prejuízos”, diz trecho do inquérito.

Leia também:  Secretaria promove 1º Encontro de Assistentes Sociais do Sistema Penitenciário
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.