Alif Balbido Mattos, 18 anos e Jhonatan Rodrigues Cardoso, 19 anos foram presos pela Polícia Militar (PM) acusados de cometerem vários crimes de roubos em Rondonópolis (MT). A polícia iniciou a perseguição dos suspeitos que estavam em uma motocicleta Honda CG 150, cor vermelha, placa JZU 8582, no bairro Nova Horizonte, na tarde desta terça-feira (16). Após depoimentos das vítimas a PM confirmou que os rapazes agem de maneira violenta na ação do crime.

Eles foram reconhecidos por diversas vítimas de roubo. Uma das vítimas alegou que os rapazes foram violentos usando ameaças e agressões físicas, com chutes e socos. Outra jovem foi agredida com golpes de coronhada na cabeça e foi encaminhada ao Hospital Regional (HR).

Leia também:  Acusado de agredir idoso e roubar casa é preso em Alto Garças

Ainda em depoimento à PM, uma das vítimas afirmou que durante a ação criminosa em forma de amedrontar, Alif pediu para Jhonatan atirar contra ela.

A perseguição contra os rapazes iniciou após a polícia receber a informação que haviam dois indivíduos praticando roubo a pessoa pela cidade. Durante rondas, a PM avistou os rapazes em atitude suspeita, com as características semelhantes da repassada em denúncia.

A PM fez a abordagem, porém os rapazes iniciaram fuga desrespeitando as sinalizações de trânsito e praticando direção perigosa. A dupla percorreu e entrou na contra mão da via Rodovia do Peixe até perder o controle da motocicleta e cair. Os rapazes ainda tentaram fugir a pé e pularam o portão de uma residência no bairro Morumbi.

Leia também:  Polícia Militar lança Operação Cerco Total em Rondonpópolis

O suspeito Jhonatan foi detido e com ele a polícia apreendeu uma arma de fogo calibre 32 com uma munição intacta e duas munições não deflagradas, além de um aparelho celular que o rapaz alegou ser das vítimas que eles haviam roubado.

Já o suspeito Alif saiu correndo e pulando vários muros de outras residências, porém sendo localizado escondido embaixo de uma lona que estava no interior de uma casa.

A dupla foi presa e encaminhada para 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) para providências cabíveis.

As informações constam em registro no Boletim de Ocorrência (BO).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.