O senador Blairo Maggi (PR) que deve se filiar ao PMDB já havia convencido a cúpula do Partido a apoiar o candidato a reeleição por Cuiabá, Mauro Mendes (PSB). Só que o governador Pedro Taques, que é a principal liderança no Estado do PSDB, não aceita dividir palanque com o PMDB.
E tudo indica que será o PSDB quem irá indicar o nome do candidato a vice-prefeito de Mauro. Com essa negativa do governador, todo o trabalho de convencimento para unir o PMDB ao prefeito da Capital foi por água abaixo.
Agora, Maggi já admite que o PMDB deve seguir outros caminhos tendo uma candidatura própria ou apoiando outro candidato. Sendo um dos maiores partidos do Estado e do país, o que não deve faltar é palanque para a sigla nas eleições de 2016.
Advertisements
Leia também:  “O MP foi provocado por alguém que deseja polemizar”, rebate Ana Carla

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.