Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Mama – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Além Casa de Apoio e Ala Oncológica, a Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (Apor) passa a oferecer a população o Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Mama. De acordo com o presidente Flávio Ribeiro Rocha, a escolha do tipo de câncer (mama) ocorreu devido a demanda reprimida no município. O objetivo que 600 exames por mês, através de convênios com o Hospital Regional e Consórcio Regional de Saúde.

“A escolha pelo Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Mama foi feita devido ao número de pessoas na fila de espera para fazer o exame de mamografia. Segundo os dados são mais de seis mil pessoas em Rondonópolis e região aguardando. Há pessoas aguardando na fila desde 2013 para fazer o exame,” revelou Rocha.

Leia também:  UFMT realiza o 3º fórum de meninas digitais com inscrições gratuitas
Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
O presidente Flávio Ribeiro Rocha – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

A inauguração do Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Mama ocorreu na tarde desta sexta-feira (12), e contou com a presença de autoridades políticas de Rondonópolis e região, empresários, profissionais de saúde e imprensa local.

De acordo com o vice-prefeito Rogério Salles (PSDB), a inauguração do centro permitirá reduzir o número de pessoas que aguardam pelo exame.

“Existe uma defasagem hoje, na capacidade de exames e a demanda, com o Centro será possível reduzir isso. Eles vão atender pelo sus e a prefeitura tem uma demanda grande que hoje é atendida em Cuiabá e que possivelmente serão transferidas para cá,” disse Salles.

A unidade irá contar com mamógrafo digital, de última geração e outro equipamento de ultrassonografia. A equipe da unidade com médicos especialistas em mastologia, oncologia e radiologia, além de técnicos em radiologia e funcionários administrativos.

Leia também:  Peixes aparecem mortos no Ribeirão Arareau e mau cheiro intriga moradores

“A atividade da Apor é no sentido de prevenir e no diagnóstico precoce, fizemos esse trabalho de construção desse centro, visando o diagnóstico precoce pois quanto mais cedo, maior a chance de cura. O Centro vai funcionar via SUS, através de convênios com órgãos públicos, e atender principalmente a população de baixa renda,” destacou o presidente da Apor.

Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
A assistente social Ana Santana – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

De acordo com o Ministério de Saúde surgirão 50 mil novos casos de câncer de mama no país. A assistente social Ana Santana, 54 anos foi diagnosticada com câncer de mama há cerca de cinco anos. Ela destaca que devido ao diagnóstico precoce que elevou as chances de cura do câncer.

Leia também:  IFMT Rondonópolis abre 46 vagas para vestibular de nível superior

“A gente fala tanto em diagnóstico, tem que procurar, fazer o exame, a gente sabe que o medo existe, mas é possível ter cura com o diagnóstico precoce. Eu vivi isso e fui muito bem atendida graças a Deus e hoje a gente conta com centro da Apor para prevenção e diagnóstico, com equipamentos da mais alta tecnologia,” destacou Ana.

O Centro de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Mama está localizado na Avenida Cuiabá, nº 1.285, ao lado da Caixa Econômica Federal, região central de Rondonópolis. O horário de funcionamento é das 7h às 11h e das 13h às 17h de segunda a sexta-feira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.