Um vereador da cidade de Várzea Grande (224 Km de Rondonópolis) quer tornar opcional o uso do cinto de segurança. João Madureira (PSC), anunciou durante sessão extraordinária na Câmara Municipal da cidade que o equipamento suja a roupa e a falta do uso do dispositivo gera muitas multas à população, “que já paga muitos impostos”.

O uso do cinto de segurança é obrigatório para os motoristas e passageiros em todo o território nacional, conforme consta no Código de Trânsito Brasileiro, e mesmo assim, o vereador que inclusive é formado em Direito argumenta que está atendendo ao “clamor do povo”, que exige o uso facultativo do equipamento.

Sem nenhuma noção, Madureira ainda afirma que o uso do equipamento é ditadura, pois o cidadão já tem que pagar a prestação do carro, pagar o IPVA e ainda tem que pagar multa.

Leia também:  Silval apresenta carta em que Nadaf pede desculpas

O parlamentar considera abusiva a quantidade de multas aplicadas por agentes de trânsito às pessoas que desobedecem a lei.

Além desses argumentos, Madureira também defendeu a não obrigatoriedade do cinto por uma questão de aparência. “Suja a roupa, e não sou eu que estou dizendo isso. Imagina um jaleco, uma roupa branca? Fica toda suja”.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.