A procura de consultas médicas nos postos de saúde e no Pronto Atendimento de Primavera do Leste (MT), tem aumentado consideravelmente. Segundo o secretário de Saúde do município, Fábio Lago, o atendimento diário na Unidade por conta de doenças virais antes era de 250 por dia, agora passou para 300 pacientes.

Fábio Lago disse que 88 casos suspeitos de microcefalia foram registrados até a data do dia 15 de janeiro deste ano, que foram acompanhados de perto e estudados.

“Até o dia seis de fevereiro, 451 casos de dengue foram notificados somente este ano, mas o resultado laboratorial deve mudar esse quadro”, disse Fábio.

Por causa da situação alarmante dos casos, o prefeito Erico Piana vai baixar um decreto na segunda-feira (15), onde o município que já está em alerta, vai passar para o estado de atenção, devido ao grande número de contaminação pelo mosquito da dengue.

Leia também:  Dobram os casos de febre Chikungunya no 1º semestre em MT

Até o momento, mais 25 mil imóveis já foram visitados pelos agentes de endemias e outras duas grandes ações serão realizadas nos próximos dias. A primeira irá acontecer nesse sábado (13), com a participação de 40 homens do exército brasileiro, 20 policiais militares e dois policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A ação iniciará às 8h. Na região central da cidade vai se concentrar a maior parte dos militares, o comércio será visitado logo pela manhã e no período da tarde será a vez das residências.

Os militares também estarão espalhados em todos os bairros da cidade, se tiver denúncia, os agentes poderão adentrar na localidade de difícil e verificar se há focos do mosquito. Caso confirmado, o dono da propriedade será notificado e dependendo da situação poderá ser multado.

Leia também:  Governo inaugura a 15ª escola estadual deste ano em Alto Taquari

As notificações serão feitas automaticamente, seguindo normas mais rígidas, para que proprietário possa fazer a limpeza do seu terreno.

De acordo com a Secretária de Fazenda, Clair Guariento, as multas serão publicadas no diário da prefeitura e lançadas no IPTU, por enquanto a multa por terreno está sendo cobrada no valor de R$ 327,00 (trezentos e vinte e sete reais), com a nova regra, os valores serão calculados por metro quadrado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.