Nos últimos dez anos, o Brasil avançou 15,3 pontos percentuais na taxa de alunos com até 19 anos que concluíram o Ensino Médio, passando de 41,4% em 2005 para 56,7% em 2014, último dado disponível. Os dados são de levantamento do TPE (Todos Pela Educação), que foram divulgados nesta quinta-feira (18), com base nos resultados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE.

Apesar da melhora, entre 2013 e 2014, a taxa no Ensino Médio aumentou 2,4 pontos percentuais, subindo de 54,3% para 56,7%. Ambas as taxas ficam abaixo da meta intermediária estabelecida pelo TPE.

De acordo com o TPE, até 2022, o Brasil deveria atingir a marca de 90% dos jovens brasileiros de 19 anos com o Ensino Médio finalizado e 95% dos de 16 anos com o Fundamental completo.

Leia também:  Prefeitura lança processo seletivo para docentes com 67 vagas

Quando analisadas as taxas por região, é possível notar que todas melhoraram nos últimos dois anos, apesar de não atingirem as metas intermediárias. O destaque vai para o Norte do Brasil, que teve o maior avanço: 5,3 pontos percentuais.

Mesmo com o bom desempenho nos índices, o TPE avalia que o Brasil ainda precisa corrigir desigualdades históricas que persistem em todo o País. É o caso, por exemplo, das diferenças encontradas nas taxas de conclusão do Ensino Médio quando desagregadas por renda per capita, por raça/cor e por localidade. Entre os 25% mais ricos e os 25% mais pobres da população, a diferença entre os grupos caiu de 62,4 pontos percentuais em 2005 para 48,1 pontos percentuais em 2014.

Leia também:  Crivella quer tirar 50% dos lucros do carnaval para usar em creches do RJ

Entre os grupos de jovens por raça/cor, o maior avanço registrado na década está entre a população parda, cuja taxa de conclusão até os 19 anos aumentou 19,8 pontos percentuais. Entre os negros, o crescimento foi de 17,1 pontos percentuais, enquanto os brancos apresentam 12,3.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.