A tempestade que assola vários países europeus, com ventos de até 155 km por hora, obrigou nesta segunda-feira (8) ao fechamento de estradas na Grã-Bretanha e ao cancelamento de vários desfiles de carnaval na Alemanha, enquanto o oeste e o noroeste da França estavam em estado de alerta.

Foto: AFP
Foto: AFP

Os desfiles de carnaval foram anulados nesta segunda-feira em Dusseldorf e Mainz (oeste da Alemanha) prevendo os violentos ventos anunciados, informaram os organizadores.

“A decisão foi tomada com o coração triste, mas com o sentimento de que é a melhor decisão”, disse Richard Wagner, presidente da Associação do Carnaval de Mainz em um comunicado.

Ao contrário, o principal e mais antigo carnaval da região, o de Colônia, foi mantido, mas com uma série de precauções. Foram proibidas as grandes bandeiras e cartazes e os personagens de papelão de grande tamanho, assim como os cavalos.

Leia também:  México encerrará buscas por sobreviventes em terremoto que matou 326 pessoas

Na Grã-Bretanha, as costas do sul da Inglaterra e de Gales eram assoladas por intensas chuvas e por ventos de até 155 km/h.

As autoridades decidiram impor o estado de alerta na região, onde foram fechadas estradas e interrompido o serviço de trens e ferries. Cerca de 5.000 casas ficaram sem eletricidade.

Nas costas do oeste e do noroeste da França, a tempestade também se enfurecia, com ventos de até 140 km/h e ondas imensas, mas os danos eram muito limitados ao meio-dia de hoje.

Todas as conexões marítimas entre Brest (Grã-Bretanha, oeste) e as ilhas da região foram interrompidas, e a circulação nas pontes foi limitada a 50 km/h.

Foto: AFP
Foto: AFP

No Mont Saint-Michel, um dos monumentos mais visitados da França, foi proibida a circulação pela ponte que une o penhasco no qual encontra-se a abadia com o continente. A abadia permanecerá fechada até terça-feira.
Os danos, principalmente árvores derrubadas e linhas elétricas cortadas, haviam sido limitados até a manhã desta segunda-feira, mas a força dos ventos se reforçava até o meio-dia, o que causou temor de consequências mais graves.

Leia também:  Ônibus que voltava de evento religioso cai em rio e mata dezenas de pessoas

O fim do alerta pelo vento está previsto até as 17h (Brasília), mas o de riscos de inundação será mantido provavelmente até a noite da terça-feira, segundo o serviço meteorológico francês.

Os ventos “vão gerar e manter ondas muito fortes”, que “vão se ampliar progressivamente nesta segunda-feira”, o que deve aumentar o risco de elevação do mar devido ao forte coeficiente de maré, explicou a fonte.
Esta conjunção de forte ressaca e de alto coeficiente de maré poderá “gerar, sobretudo no momento de maré alta, inundações nas partes expostas e vulneráveis do litoral”, completou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.