Juri sobre o caso do Anthony de Castro .Foto: Varlei Cordova/AGORA MT
Juri sobre o caso do Anthony – Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Com mais de 20h de duração, o Conselho de Sentença absolveu Kaio Cesar Melo da Silva, 22 anos, tanto do crime de homicídio como de roubo qualificado. Já o irmão dele, Paulo Sérgio Melo Machado, 26 anos, foi condenado a 13 anos em regime fechado apenas pelo crime de homicídio.

O julgamento que começou ontem (16), às 8h30 e terminou por volta das 5h da manhã de hoje (17), não foi satisfatório para muitos presentes, inclusive para a família do jovem Anthony Igor Garcia, que almejava a condenação máxima para ambos os réus.

Kaio que foi absolvido de ambos os crimes era citado como o piloto da moto que teria levado o menor que atirou até a casa onde a vítima estava. Nos autos contava que inclusive ele quem teria dito que Anthony era o ‘magrelo’. No dia eles ainda teriam levado alguns pertences, simulando um roubo, crime do qual ele também foi inocentado.

Leia também:  Após roubar motocicleta, suspeito volta na casa da vítima para pedir resgate do veículo

Já Paulo Sérgio Melo, que era ex-marido da atual namorada de Anthony e indicado como o mandante, foi condenado somente pelo crime de homicídio qualificado, com exceção da qualificadora do meio cruel.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.