O custo da construção civil teve um leve aumento, no último ano, em Mato Grosso. Segundo dados do Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e que mede a inflação no setor, houve alta de 0,6% em 2015 no Estado.

Com o reajuste, o preço do metro quadrado chegou a R$ 986. Conforme o relatório, a variação de 0,6% foi a mesma registrada em janeiro, em comparação ao mês anterior.

Nos últimos 12 meses, o aumento acumulado chega a 5,6%. No Centro-Oeste, o preço do metro quadrado só é maior no Distrito Federal (R$ 1.015). Em Goiás e Mato Grosso do Sul, o valor médio gasto para construir é de R$ 962.

Leia também:  Com mais de 22 mil inscritos, OAB-MT comemora 84 anos

Mato Grosso também supera a média de preços nacional. Segundo o Sinapi, o custo estimado para construir, levando em conta todas as unidades federativas, é de R$ 968. No último mês, o índice teve uma variação de 0,55%, no país. Também subiu a taxa acumulada em 12 meses, de 5,5% para 5,86%. Em janeiro do ano passado o índice variou 0,21%.

Em 12 meses, a inflação dos materiais acumula 3,99% e a da mão de obra, 8,08%. A maior inflação foi registrada na região Norte do país, com 1,08%, e a menor, no Sudeste, com 0,28%. O Sudeste, no entanto, ainda tem o maior custo da construção por metro quadrado: R$ 1.004,39.

No Nordeste, o custo é R$ 899,55. O estado do país em que é mais caro construir é o Rio de Janeiro, onde o metro quadrado está estimado em R$ 1.083,26. Sergipe fica na outra ponta, com estimativa de R$ 875,09 o metro quadrado. No Brasil, a mão de obra responde por R$ 450,57 do valor total de uma obra.

Leia também:  Em 6 meses, fiscalização apreende 2,4 toneladas de pescado irregular
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.