A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) apresentou nesta terça-feira (02) o planejamento operacional integrado do “Carnaval com Segurança 2016”, que acontecerá de 05 a 10 de fevereiro. Representantes das forças de segurança – Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Politec – apresentaram o plano de atuação que será desempenhado em duas frentes: prevenção e fiscalização. Serão empregados mais de 6 mil profissionais.

Em Mato Grosso são 72 municípios que terão festejos, com 80 locais de folia. Somente a Polícia Militar terá mais de 5 mil policiais trabalhando e 411 viaturas em atuação. O Corpo de Bombeiros empregará um efetivo de 221 militares e 53 viaturas. A Polícia Civil contará com 1.014 policiais e 145 viaturas e a Politec com 274 servidores.

Leia também:  MPE promoverá painel sobre Conversão Agroecológica e Produção Sustentável de Grãos na APA das Nascentes do Rio Paraguai

Barreiras e comboios serão realizados nos municípios de Acorizal, Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio do Leverger.

A operação “Carnaval Com Segurança 2016” tem como foco ações integradas e pontuais a serem realizadas em todos os pontos com previsão de carnaval de rua, através do policiamento ostensivo nos comboios veiculares, bem como atividades de fiscalização contra incêndio e pânico, atividades de Polícia Judiciária e Inteligência e perícias de maneira geral. Com isso, promover e proporcionar ordem e segurança aos foliões e à população.

“As forças de segurança estarão trabalhando de forma integrada para um melhor resultado. Vamos atuar com policiamento ostensivo forte, com o emprego de policiais a pé, de motocicleta, patrulhamento aéreo e cavalaria”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Fábio Galindo Silvestre.

Leia também:  Termo de Cooperação para implantar Núcleo de Mediação Escolar será assinado nesta segunda

Lei Seca

Durante as festividades de carnaval acontecerá também vários pontos de blitz da “Operação Lei Seca” na capital e no interior. Inicialmente, será um trabalho preventivo, e posteriormente, repressivo.

Participaram também da coletiva com a imprensa o comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Gley Alves de Castro, o delegado geral da Polícia Civil, Adriano Peralta, comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Júlio Cezar Rodrigues e o diretor adjunto da Politec, Reginaldo Rossi, o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Kellen Arthur Preza Nogueira, representantes da Guarda Municipal de Várzea Grande e Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.