Mesmo com a pressão de dois dias por parte dos servidores do Departamento Estadual de Transito de Mato Grosso (Detran), que deixaram de atender para acompanhar a votação na Assembleia Legislativa, a terceirização da inspeção veicular foi aprovada.

Sem acordo entre os parlamentares, com 10 votos favoráveis e cinco contrários, a Mesa aprovou a medida que segue agora para redação final e uma segunda votação na próxima terça (01).

Caso seja mantida a decisão, o Estado poderá abrir credenciamento para empresas dispostas a executar a função.

De acordo com a presidente do sindicato dos Servidores do Detran, Daiane Renner, a população poderá ser prejudicada, já que em outras cidades que já são terceirizadas o preço é de cerca de 600% a mais.

Leia também:  Mato Grosso fica em 2º lugar no ranking de geração de empregos em todo o Brasil
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.