Record Minas
Record Minas

Uma mulher grávida matou o marido com uma facada no peito em Montes Claros, no norte de Minas. Ela relatou à PM (Polícia Militar) que era constantemente agredida pelo companheiro e que, por isso, teria cometido o crime.

Após o crime, a vítima chegou a ser socorrida e passou por procedimentos de reanimação, mas não resistiu aos ferimentos. Ao saber que o marido estava morto, Rosemary Rocha da Silva chorou e contou que o companheiro era muito ciumento.

— Ele era muito e ciumento e eu não podia conversar com ninguém que ele queria me bater. Ele me batia na frente de todo mundo.

A PM já havia sido acionada várias vezes para separar as brigas do casal. A mulher alega que, inclusive, chegou a procurar a delegacia de mulheres para denunciar Waldiney Gonçalves dos Santos, de 34 anos, mas não atendida.
— Na delegacia da mulher me falaram que não podiam me atender porque eu não tinha testemunha. Eu ainda mostrei minha cabeça cheia de ponto.

Leia também:  Jogador Edilson "capetinha" é preso por falta de pagamento de pensão

Rosemary e o companheiro viviam juntos há seis anos em um cômodo improvisado às margens da linha férrea. Moradores vizinhos do casal relataram que as brigas entre eles eram constantes e que a situação piorava quando eles faziam uso de bebida alcoólica e de drogas.

A briga que terminou com a morte de Santos começou cedo e, segundo uma vizinha que não quis se identificar, antes de matar o companheiro, Rosemary também foi agredida.

— Foi às 6h que começou a briga deles. Ele bateu nela, deu um tapa no rosto, e ela começou a xingá-lo. Aí passou um pouquinho e ela chegou com uma faca e furou o peito dele. Depois, ela ainda voltou e abraçou ele morto no chão.

Leia também:  Enteada mata pescador a pauladas com ajuda do namorado após discussões

A suspeita foi detida pela PM algumas horas após o crime em um ponto de ônibus da cidade. Ela carregava uma mochila com documentos e algumas peças de roupa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.