Ilustrativa
Ilustrativa

Um pai de 19 anos foi preso suspeito de agredir a própria filha, de apenas 9 meses, neste domingo (14) na cidade de Poconé, a 104 km de Cuiabá. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, Deivid Catarino de Arruda confessou que havia ingerido bebida alcoólica e agredido a filha com tapas nas costas depois que o bebê começou a chorar.

Segundo a PM, Deivid, que trabalha como pintor, chegou em casa, no Bairro Boa Esperança, depois de ter bebido e encontrou a filha chorando. Ele teria se irritado com o choro do bebê e, alterado, agrediu a filha com tapas. Conforme a polícia, o pai contou que o bebê começou a ficar com falta de ar e teve sangramento pela boca.

Leia também:  Detran realiza força tarefa e atende público das 9h às 17h

Apavorado, Deivid foi até um vizinho e pediu ajuda para levar a filha até o Pronto Atendimento Municipal (PAM). O médico que atendeu o bebê determinou a transferência da criança para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), na região metropolitana de Cuiabá. Deivid acabou preso e levado para a Polícia Civil.

O PSMVG informou que o bebê continua internado nesta segunda-feira (15) no box de emergência infantil da unidade. O quadro de saúde da menina é considerado grave. Os médicos aguardam um exame de tomografia para definir as medidas que serão tomadas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.