Um projeto de Lei que foi apresentado ontem (03), pelo vereador Cláudio da Farmácia (PMDB), pode proibir que usuários que estejam na fila de espera de agências bancárias, casas lotéricas ou correspondentes bancários mecham no celular. O projeto será passado as comissões e deve ser votado na próxima quarta-feira (10) na Câmara Municipal de Rondonópolis.

Segundo o parlamentar, o objetivo da Lei, caso seja aprovada, é inibir a criminalidade, já que muitas quadrilhas usam o celular para avisar os comparsas, que ficam do lado de fora das agências, a vítima que deve ser pega na famosa ‘saidinha de banco’.

A fiscalização e punição, segundo ele, ficaria a cargo do Procon que deve garantir que as empresas bancárias alertem seus usuários quanto a proibição.

Leia também:  Rondonópolis alcança o 2° lugar em negociação no mutirão fiscal do Estado

O projeto pode gerar ainda muito debate, já que grande parte da população usa o celular como forma de distração e até para o trabalho ao esperar o atendimento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.