O Procon de Rondonópolis notificou a Rota do Oeste nessa terça-feira (23) por irregularidades na BR-163. A concessionária foi multada em R$ 4,450 milhões por violar o Código de Defesa do Consumidor.

Segundo o coordenador do Procon, Juca Lemos, a Rota do Oeste não disponibilizou um serviço de qualidade e segurança adequado aos usuários da rodovia.

O Procon realizou fiscalizações nos trechos de 10 quilômetros após o terminal até a cidade de Juscimeira (MT) desde o fim do ano de 2015 até o dia 12 de fevereiro de 2016.

O órgão de defesa do consumidor encontrou além de buracos na BR, fissuras, ondulações, crateras, ausência de acostamento, matagal nas margens, má sinalização, entre outros problemas que foram fotografados e filmados.

Leia também:  Sem energia, moradores do Dom Bosco protestam em frente a Energisa

A Concessionária tem o prazo de 10 dias para recorrer.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.