A semeadura do milho alcançou na última semana 5,45% da área total estimada em Mato Grosso (MT). As informações são do Boletim Semanal divulgado pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O atraso em relação ao ano passado é de 2,6 pontos percentual, isso devido ao alto índice de chuva registrado em janeiro, o que ocasionou o atraso da colheita da soja, e consequente atraso da semeadura do milho.

No entanto, segundo as previsões da Somar Meteorologia, o mês de fevereiro registrará baixa pluviosidade nas regiões produtoras de MT. Os economistas acreditam que caso os dados da Somar consolidam-se, os produtores provavelmente vão acelerar o ritmo da semeadura, visando cobrir o máximo de área possível.

Leia também:  Mato Grosso é responsável por 26,5% do desmatamento total da Amazônia

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.