As estrias na barriga são um dos problemas de beleza mais temidos pelo público feminino. As listras que marcam a pele não só comprometem o visual, como também afetam a autoestima de quem sofre com elas.
Essas marcas são provocadas pela distensão da pele, quando há uma ruptura das fibras de colágeno e de elastina – seja por crescimento, aumento de peso ou gravidez. Que tal saber como tratar e prevenir o problema?
omo prevenir estrias na barriga

As mulheres são as que mais sofrem com as estrias na barriga, que surgem, principalmente, durante a gravidez. Isso ocorre porque a pele acaba sendo esticada além do limite, em um período de tempo muito curto. O mesmo pode ocorrer quando há um aumento de peso acelerado.

Leia também:  Colete: Saiba como usar a peça queridinha do momento | Moda e Beleza

Além disso, fatores genéticos também desempenham um papel decisivo no aparecimento das estrias. Portanto, caso existam casos do problema na família, é bom ficar atenta e prevenir desde cedo.
Esse rompimento costuma ser avermelhado na fase inicial, sendo mais fácil de tratar. Depois de algum tempo, acaba adotando uma cor esbranquiçada. As estrias brancas são cicatrizes – ou seja, nesses casos o processo inflamatório já chegou ao fim.

Alguns hábitos podem ser inseridos no seu dia a dia para minimizar as chances de desenvolver estrias. Entre eles está a hidratação constante da pele, pois isso aumenta a elasticidade. Massagens também são uma alternativa para driblar as marquinhas. Especialmente durante a gravidez, as mulheres são incentivadas a massagear levemente a barriga e as mamas.

Leia também:  Conheça a tendência sereísmo 2017 | Moda e Beleza

Estar atenta à alimentação e ao aumento de peso é outra maneira eficaz de controlar o aparecimento de estrias na barriga. O consumo de alimentos ricos em vitaminas C e E estimula a produção de colágeno da pele e protege as células do organismo. Devem-se evitar, ainda, gorduras e açúcares, que causam o sobrepeso e, consequentemente, a possível distensão da pele.
Três tratamentos para diminuir estrias

Laser

O laser fracionado aquece a região e provoca um dano controlado na epiderme e na derme, estimulando o organismo a produzir mais colágeno. É preciso ter atenção ao local escolhido para o tratamento, pois, caso não realizado de maneira correta, pode causar manchas na pele.

Radiofrequência

Ao contrário do laser, esse tratamento não causa danos, pois age somente na camada mais superficial. Ele também tem como objetivo o estímulo na produção de colágeno.

Leia também:  Conheça as tendências de acessórios que são a aposta do momento | Moda e Beleza

Microdermoabrasão

Também chamado de peeling de cristal, faz uma espécie de esfoliação na pele por meio do atrito de microcristais. Quando realizado sobre as estrias, promove a renovação celular, produzindo colágeno.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.