Os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) relativos a 2015 apresentam crescimento recorde no volume comercializado de etanol hidratado e queda nas vendas de óleo diesel e gasolina, no Brasil e em Mato Grosso.

Em Mato Grosso, o volume de etanol subiu 36%, comparado a 2014, passando de 514 milhões de litros para 699 milhões, crescimento de 36%, sendo que o volume de 2015 é um recorde histórico no Estado. Já em termos de Brasil, o crescimento foi de 37,5%.

Na gasolina, Mato Grosso decresceu 14,6% em relação a 2014, com as vendas caindo de 662 milhões de litros para 565 milhões. Nessa comparação, no Brasil a gasolina apresentou retração de 7,3% de 2014 para 2015.

Leia também:  Nascidos em setembro já pode sacar PIS-Pasep 2017-2018

Em relação ao óleo diesel, Mato Grosso, mesmo com crescimento do PIB, comercializou 1,3% a menos em 2015 que em 2014, passando de um volume de 2,707 bilhões de litros (2014) para 2,672 bilhões (2015), enquanto que no cenário nacional a queda foi de 4,7%, confirmando os problemas na área econômica pelos quais o país vem passando.

Na soma dos três produtos (etanol, gasolina e diesel), Mato grosso observa um crescimento de 1% passando de 3,883 bilhões de litros em 2014 para 3,937 bilhões em 2015, ao passo que na soma total do Brasil houve uma queda de 1,4% (117,389 bilhões para 116,211 bilhões de litros).

Leia também:  No 1º semestre, geração de emprego cresce 3,3% em Primavera do Leste

O diretor-executivo do Sindipetróleo, Nelson Soares Junior, destaca que, para 2016, as expectativas do setor são de estabilidade nos volumes de Mato Grosso, mantendo a tendência de aumento no consumo de etanol em relação à gasolina e o óleo diesel, sustentado pelo agronegócio, apresentando um ligeiro crescimento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.