O vereador Mauro Campos  usou seu espaço na tribuna livre da sessão ordinária da Câmara de Vereadores de quarta-feira (04) para sugerir a criação de uma usina de asfalto quente para o município.

Segundo o parlamentar já passou da hora da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis-Coder, ter sua própria usina, devido a dificuldade em adquirir o material junto aos fornecedores. “A usina de asfalto quente vai gerar renda para a Coder, e ainda poderá fornecer o material para outros municípios. A mistura quente é a mais utilizada, devido à sua alta resistência e durabilidade”, disse o Vereador.

As misturas asfálticas são classificadas de acordo com as temperaturas em que são operadas, como: misturas quentes, com temperaturas em torno de 150º C a 180º C; misturas mornas, com temperaturas variando entre 60º C e 140ºC; misturas frias, com manuseio à temperatura ambiente.

Leia também:  Grupo defende permanência de Juary na liderança do prefeito
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.