Eletricista mecânico Jair- Foto: Arquivo Pessoal
Eletricista mecânico Jair- Foto: Arquivo Pessoal

O autor de um homicídio, ocorrido na madrugada de domingo (28.02), na região de Itiquira (357 km ao Sul) se presentou nesta quarta-feira (02.03) na Delegacia de Polícia do município. O operador de máquinas, Luiz Pereira de Carvalho, 45, estava na presença de seu advogado e em interrogatório, disse que a ação foi motivada por  acreditar que a vítima tinha um relacionamento amoroso com a sua companheira.

O crime aconteceu em uma residência, na propriedade rural “Agropecuária SM3 Grupo Maggi”, no Distrito de Ouro Branco do Sul, município de Itiquira. Na ocasião, o soldador, Jair Andrade da Silva, 35, foi morto por um disparo de arma de fogo efetuado pelo suspeito.

Leia também:  Mulher é presa tentando entrar com droga na Mata Grande

De acordo com as investigações, o autor do crime e sua companheira A.C.S., 35, participavam de uma festa de aniversário, na casa de amigos do Distrito de Ouro Branco do Sul. Com a chegada de Jair na confraternização, Luiz Pereira ficou desconfiado que sua companheira estivesse “trocando olhares” com a vítima. Por essa razão, o suspeito acabou discutindo com sua companheira e indo embora, a deixando sozinha na festa.

Suspeito Luiz Antônio de Carvalho está sendo procurado- Foto: Arquivo pessoal
Suspeito Luiz Antônio de Carvalho está sendo procurado- Foto: Arquivo pessoal

Depois do ocorrido, Jair ofereceu uma carona para A.C.S. e logo após chegarem a residência que fica a cerca de 10 quilômetros do Distrito de Ouro Branco do Sul, eles foram surpreendidos por Luiz Pereira, escondido atrás de uma árvore a espera do casal, em poder de uma espingarda calibre 28.

Leia também:  Vítimas reagem a assalto e apreendem suspeito até chegada da Polícia

Segundo a Polícia, o autor esperou o momento em que sua companheira desceu do veículo e efetuou um tiro que atingiu a face da vítima e em seguida, empreendeu fuga. O crime foi presenciado por A.C.S. e pelo seu filho de 19 anos, enteado do autor do homicídio.

A perícia no local do crime foi realizada pela equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), e o corpo da vítima encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Rondonópolis (212 km ao Sul), para realização de necrópsia.

Procurado pela polícia, o autor do homicídio se apresentou na Delegacia de Polícia acompanhado de seu advogado e entregou a arma usada no crime. Em interrogatório, conduzido pelo delegado Santiago Rozendo Sanches e Silva, Luiz Pereira confessou os fatos e alegou ter cometido o homicídio motivado por ciúmes, pois já estava desconfiado que sua convivente estivesse mantendo um relacionamento amoroso extraconjugal com a vítima.

Leia também:  Criança de 4 anos morre afogada em piscina durante excursão em balneário de MT

“Luiz Pereira não possui passagem pela polícia, possui residência fixa, está colaborando com as investigações, e também se apresentou espontaneamente, sendo então, por enquanto responderá ao inquérito policial em liberdade”, destacou o delegado Santiago Rozendo.

Com o depoimento de testemunhas e agora o interrogatório do acusado, a Polícia Civil irá aguardar os laudos periciais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.