Mato no local - Foto: você repórter
Mato no local – Foto: você repórter

A visível situação de abandono do antigo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) no Residencial Nova Colina, em Rondonópolis (MT) tem gerado reclamações da população. De acordo com um dos moradores, que não quis se identificar, o mato já está mais alto que o muro do pátio que continua a receber veículos sucateados.

O pátio continua a receber veículos sucateados - Foto: você repórter
O pátio continua a receber veículos sucateados – Foto: você repórter

“O local é um foco de mosquitos da dengue e outras doenças, pois o lixo acumula água e é fácil ver copos plásticos e outros objetos em meio ao mato. O pátio está cheio de carros sucateados e motos. Na semana passada descarregaram mais veículos. Muitos desses carros estão com os vidros quebrados e lataria amassada juntando água. Mas, o maior problema ainda é o mato que está tão alto que passa da altura do muro.” desabafa.

Leia também:  Secretaria de Habitação realiza ações para retomar as obras do Celina Bezerra

Outro ponto destacado pelos moradores é em relação a falta de segurança que o departamento oferece já que está abandonado. “Os marginais se escondem facilmente no espaço e encontram uma oportunidade para abordar moradores que passam pela estrada que levam até suas casas”.

Ainda conforme o denunciante, os moradores já entraram em contato com o responsável pelo Detran, onde a ordem de serviço já foi assinada para a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER) efetuar a limpeza, porém, o prazo dado já passou e nenhuma providência foi tomada.

“A sensação é de insegurança e descaso, pois já entrei em contato, aguardei prazos e nada foi feito a respeito” conclui o denunciante.

RESPOSTA PREFEITURA

A assessoria da Prefeitura de Rondonópolis (MT) informou que a Unidade de Controle de Zoonoses  será informada e todas as providências cabíveis serão tomadas para resolver o caso.

Leia também:  Carro estacionado em local proibido gera transtorno no Centro

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.