O caminhoneiro César Luis Rauber, 46 anos, acusado de homicídio foi preso durante a “Operação Carga Máxima”, na última sexta-feira (26) no Distrito de Novo Paraná, a cerca de 25 quilômetros de Porto dos Gaúchos (MT). O crime ocorreu em outubro de 2014, na BR-163, em Sinop. O mandado de prisão foi cumprido pela Polícia Judiciária Civil da equipe da Divisão de Homicídios de Sinop.

De acordo com as investigações, a vítima Newton Antônio Lopes, 34 anos, que também era caminhoneiro, teve uma desavença com o suspeito. Na ocasião, houve uma briga, onde o suspeito César estava com uma faca e outro caminhoneiro segurava um facão. Os dois entraram em luta corporal e o acusado César veio ferir e matar Newton.

Leia também:  Denúncia | Moto é recuperada e três são detidos pela Polícia

Conforme a Polícia, a motivação do crime foi passional, pois o caminheiro Newton teve um relacionamento amoroso e extraconjugal com a esposa de César. Após o crime, o suspeito fugiu do local.

De acordo com o delegado Carlos Eduardo Muniz dos Santos que presidiu o inquérito policial, foi encontrado no local do crime, um pedaço do couro cabeludo do suspeito, além de depoimentos de testemunhas e outros indícios, que apontavam César com autor do crime. Com base nas informações, a Polícia Civil representou pelo pedido de prisão de César.

Com a ordem judicial, os policiais civis conseguiram informações que o investigado estava em Lucas do Rio Verde (MT). Contudo, foi descoberto que ele estava carregando um caminhão em Porto dos Gaúchos (MT).

Leia também:  Colisão em cruzamento deixa motociclista ferido no Centro

Ao ser preso, os policiais civis constataram que César apresentava sinais de escalpo, na região capilar, decorrente da luta corporal que teve com a vítima. Na Delegacia de Polícia, o suspeito foi interrogado e confessou o crime. Segundo a Polícia, César também relatou os motivos que o levaram a cometer o homicídio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.