O desabamento parcial de uma ponte em Calcutá, no leste da Índia, deixou pelo menos 15 mortos e mais de uma centena de soterrados na manhã desta quinta-feira (31), segundo a CNN. As equipes de resgate trabalham para encontrar as pessoas que permaneciam sob escombros.
Cerca de 70 pessoas já foram socorridas. A ponte estava em construção há cinco anos, segundo a CNN, e parte dos desaparecidos trabalhava na obra.

Foto: Rupak De Chowdhuri/Reuters
Foto: Rupak De Chowdhuri/Reuters

Além da polícia e dos serviços de emergências, as pessoas que passavam pela área tentavam levantar os blocos de cimento e de metal para resgatar os sobreviventes, segundo a France Presse. O exército também mobilizou equipes para ajudar nos resgates.
O desabamento aconteceu por volta de meio-dia (horário local). A região onde aconteceu o acidente é comercial e, por isso, muito gente passava pelo local no momento do acidente.

Leia também:  Tiroteio em boate do Paraguai deixa 4 brasileiros mortos e dezenas feridos

As quedas de infraestruturas são frequentes na Índia, devido ao estado precário das mesmas e pela falta de manutenção, fatores alimentados pela corrupção e outras práticas ilegais que dominam o setor da construção, segundo a Efe.
Em setembro do ano passado, dois trabalhadores foram resgatados após nove dias presos em um túnel que colapsou por cerca de 47 metros no estado de Himachal Pradesh, no norte do país.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.