Sabia que oito em casa dez mulheres possuem alguma forma ou grau de celulite em seu corpo? Os furinhos que insistem em aparecer são para lá de comuns, mas não é por isso que todo mundo convive bem com eles.
Para quem quer minimizar os efeitos na pele, Donna consultou dermatologistas e selecionou os principais tratamentos que vão te ajudar a tratar os tais buraquinhos. Vem ver:

1. Endermologia
• Como funciona? Na versão tradicional do tratamento, um aparelho com dois rolos ajustáveis suga a pele da área atingida. O objetivo é melhorar a circulação do sangue e, ao mesmo tempo, ajudar a eliminar toxinas e líquidos.

• Para quem é indicado? Funciona melhor com quem tem casos mais leves de celulite, especialmente com o tão falado aspecto “casca de laranja”.

– Vale ressaltar que existem algumas contraindicações para a técnica, como flacidez excessiva da pele, fragilidade capilar (vasinhos que se rompem com facilidade), hipertensão, diabetes e gestação – alerta a dermatologista Doris Hexsel.

• Quantas sessões são necessárias? Varia muito de acordo com a área tratada e o grau da celulite. Cada sessão dura cerca de 40 minutos e deve ser realizada duas vezes por semana. No total, a média são de 20 repetições.

Leia também:  Aprenda dicas rápidas para uma maquiagem perfeita

• A partir de quando percebe-se o resultado? Em quem tem menos furinhos a tratar, a partir da segunda semana já é possível notar o efeito.
2. VelaShape
• Como funciona? Trata-se de um aparelho de luz infravermelha que pode ser associado à radiofrequência bipolar e, ainda, à massagem com sucção. Enquanto a luz estimula a produção de colágeno, a radiofrequência ajuda a queimar gorduras. Assim como na endermologia, o vácuo atua para melhorar a circulação.

• Para quem é indicado? Para tratar a celulite de quem não tem muita flacidez na pele.

• Quantas sessões são necessárias? São indicadas de oito a 12 sessões, duas vezes por semana, durante quatro semanas. A sessão dura 30 minutos em cada área a ser tratada, como bumbum, face anterior das coxas, face posterior das coxas e abdômen. Recomendam-se sessões mensais ou a cada seis semanas para manter os resultados.

• A partir de quando percebe-se o resultado? Na maioria dos casos, a partir da terceira semana.
3. Heccus
• Como funciona: É um equipamento que combina ultrassom de alta potência com correntes elétricas.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

– Com os estímulos elétricos, o metabolismo acelera, quebrando as células de gordura e melhorando a textura da pele – explica a médica Adriana Benito, especialista em dermatologia estética.

• Para quem é indicado? Para quem quer tratar a celulite e também a gordura localizada. Não é recomendado para gestantes.

• Quantas sessões são necessárias? O tratamento dura, em média, 15 sessões, podendo ser aplicado de duas a três vezes por semana.

• A partir de quando percebe-se o resultado? Varia de acordo com a pele da paciente, mas geralmente após a décima sessão.
4. Subcision (ou subcisão)
• Como funciona? É um procedimento cirúrgico ambulatorial, realizado com anestesia local, recomendado para as celulites de estágio mais avançado. Uma agulha é introduzida nas lesões deprimidas (ou seja, que formam uma depressão na pele) para cortar os septos fibrosos que puxam a pele para baixo.

• Para quem é indicado? Para quem tem alterações no relevo da pele. A técnica não tem efeito em celulites de grau leve ou moderado.

Leia também:  Conheça a tendência sereísmo 2017 | Moda e Beleza

• Quantas sessões são necessárias? Depende do tamanho, da profundidade e da localização das celulites e também da capacidade de cada pessoa de formar colágenos. Em geral, de uma a três sessões já funcionam para tratar a pele.

• A partir de quando percebe-se o resultado? Depois de um mês após o tratamento. No entanto, como alerta Doris Hexsel, algumas pacientes requerem mais de um tratamento combinado a este, devido ao grande numero de lesões ou à profundidade das mesmas.
5. PowerShape
• Como funciona? Mistura ultrassom cavitacional, radiofrequência, laser e o sistema de sucção da endermologia. O equipamento aquece e aumenta a temperatura no interior das células, drenando a gordura que está em seu interior, que é eliminada pelo próprio organismo.

• Para quem é indicado? O equipamento trata de celulite de graus 1 a 3 e também ajuda no combate à gordura localizada e à flacidez.

• Quantas sessões são necessárias? São indicadas, em média, oito sessões, sendo duas por semana, somando pelo menos um mês de tratamento. Mas os resultados já são visíveis nas primeiras sessões, segundo o dermatologista Abdo Salomão Jr.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.