Suspeito de homicídio - Foto : Messias Filho / AGORA MT
O suspeito Adriano Benites Rocha, 34 anos – Foto: Messias Filho / AGORA MT

A Polícia Civil identificou e prendeu o suspeito de ser o autor do assassinato do taxista Edison Muniz Bezerra, 38 anos, ocorrido na tarde de ontem (05) no Conjunto São José, em Rondonópolis (MT). O funcionário de um supermercado Adriano Benites Rocha, 34 anos, foi preso na manhã deste sábado (05), menos de 24h do horário do crime, na região central do município.

Conforme o delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, Thiago Damasceno, a agilidade da equipe de investigadores em ir até o local e colher as informações foi fundamental para a identificação do suspeito. “A nossa equipe esteve no local ali foram feitos os primeiros levantamentos e ouvir informalmente testemunhas que passaram detalhes da autoria do delito. Então eles tiveram êxito em localizar o suspeito de ser o autor do crime,” disse Damasceno.

Leia também:  Trio é preso após roubo à residência no Jardim Santa Clara
Tiago Damaceno delegado titular da delegacia de Vila Operaria - Foto : Messias Filho / AGORA MJT
Delegado da 2ª DP Thiago Damaceno – Foto : Messias Filho / AGORA MJT

De acordo com as investigações, as testemunhas reconheceram a roupa usada pelo suspeito, inclusive o uniforme do supermercado, bem como o veículo usado no dia do crime, o capacete e até o calçado.

O delegado disse que a motivação do crime ainda não foi totalmente esclarecida, mas há fortes indícios de crime passional e descartou a possibilidade de latrocínio. “Nós descartamos latrocínio, ainda estamos investigando o motivo dele querer tanto o celular da vítima, agora nós temos uma linha de investigação, mas não podemos dar muitos detalhes, pois envolve a intimidade de outras pessoas. Vão ser pedidas a quebra de sigilo do celular dele, da amante e da vítima,” disse o delegado.

O suspeito Adriano Benites Rocha nega que tenha cometido o crime, ele contou que conhecia o taxista pois já haviam sido colegas de trabalho e disse que a vítima era uma pessoa muito reservada. “Eu conhecia ele, ele era gente boa, inclusive ele chegou a me ajudar me ensinando alguns endereços.” disse o suspeito.

Leia também:  Três são presos após assalto à agência dos Correios em Juscimeira
Taxista Edison Bezerra, morto ontem no Conjunto São José - Foto: Reprodulão/Facebook
Taxista Edison Bezerra, morto ontem no Conjunto São José – Foto: Reprodulão/Facebook

De acordo com as investigações, o crime ocorreu no horário do intervalo do suspeito, contudo Adriano afirma que na hora do crime estava na região central da cidade. “Eu sai do mercado, sai dali e fui para loja da minha namorada e fiquei lá até hora de voltar para o serviço,” contou Rocha.

O suspeito ainda afirmou que soube da morte do taxista por uma funcionária do mercado ao chegar no balcão.

Segundo a Polícia foi encontrada na residência do suspeito, uma bermuda com uma mancha que aparenta ser sangue. O celular da vítima e arma de fogo usada no crime ainda não foram localizadas. “Acredito que o juiz deverá converter a prisão dele em preventiva,” disse o delegado.

Leia também:  Com queda de 16,2%, Cuiabá fica entre as 12 capitais com redução de homicídios no país

O suspeito deve ser encaminhado a Penitenciária da Mata Grande.

 Cortejo e Sepultamento

Cortejo do taxista assassinado - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Cortejo do taxista assassinado – Foto : Messias Filho / AGORA MT

Cerca de 150 taxistas realizaram um cortejo fúnebre por várias ruas de Rondonópolis, acompanhando o corpo de Edison Muniz Bezerra. Durante o cortejo, os colegas de trabalho pararam no Conjunto São José, onde ocorreu o crime e protestaram por justiça. Em seguida, seguiram para o Cemitério Municipal São João Batista, que fica na região da Mata Grande, onde ocorreu o sepultamento.

Taxistas no conjuto São José durante manifestação - Foto : Você Repórter
Taxistas no Conjunto São José durante manifestação – Foto : Você Repórter
Momento do sepultamento do taxista assassinado - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Momento do sepultamento do taxista assassinado – Foto : Messias Filho / AGORA MT
Familiares e amigos da vítima durante protesto no local do crime - Foto: Você-repórter
Familiares e amigos da vítima durante protesto no local do crime – Foto: Você-repórter

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.